SÓ É DISCÍPULO QUEM FOI DISCIPULADO

“Passadas estas coisas, saindo, viu um publicano, chamado Levi, assentado na coletoria, e disse-lhe: Segue-me! Ele se levantou e, deixando tudo, o seguiu.”

Lucas 5.27,28

Jesus diz para cada um de nós hoje: “Segue-me!” E ai, você vai segui-lo ou não?

Mas não seja precipitado na sua resposta! Dizer SIM significa seguir Jesus para ser transformado em um discípulo dele.

Entenda primeiramente 3 coisas:

1ª coisa: Só é discípulo quem foi discipulado por Cristo.

“Toda a autoridade me foi dada no céu e na terra.” Mateus 28:18

É Cristo quem nos chama para sermos seus discípulos dele (“Vem, segue-me!”). Então, é Cristo quem nos torna discípulos pela autoridade que lhe foi dada.

Ninguém consegue ser discípulo de Jesus só pelos conhecimentos bíblicos, mas sem o exemplo de andar em discipulado com Cristo.

O conhecimento bíblico dá a base para o discipulado, mas ele não substitui o tempo de caminhada com Cristo.

Cristo andou com seus discípulos durante 3 anos, para que eles fossem transformados por ele.

2ª coisa: A gente só faz discípulos de Cristo quando passa pelo processo de discipulado com Cristo.

O discipulado é a chave da Grande Comissão (Mateus 28.16–20).

A Grande Comissão não é cumprida por discípulos sem a Igreja, mas pela Igreja como agencia missionária no poder da autoridade de Cristo.

A igreja portando pode ser vista como a comunidade dos discípulos de Cristo.

3ª coisa: A comunhão na comunidade dos discípulos é parte do processo de transformação do discípulo.

Não há como ser discípulo de Cristo e rejeita a comunhão com a igreja. Porque se submeter a autoridade da igreja e viver em comunhão com outros os outros discípulos é essencial na formação de um bom discípulo.

Veja o que Jesus ensinou na Grande Comissão:

“ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado. E eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século.” Mateus 28:20

Jesus ordena que a Igreja faça os discípulos e ensine os discípulos.

Cabe a igreja local deve preparar o seu processo missional de fazer novos discípulos da forma como Cristo nos ensinou.

CONCLUSÃO:

Eu descobri que ser discípulo de Cristo é mais importante do que eu ser teólogo ou mesmo pastor ou qualquer outra coisa que eu já fui, sou ou serei.

Hoje eu busco as duas coisas: ser discípulo de Cristo e ser teólogo. Uma coisa não anula a outra, mas as duas se complementam.

Hoje eu aconselho a todos os crentes em Jesus Cristo: procurem um grupo para passar pelo processo de ser transformado em um discípulo de Cristo.

Ser discípulo de Cristo não é a minha função, mas a minha identidade. Ser discípulo de Cristo é o que eu sou hoje.

Ser discípulo de Cristo não é uma opção para o cristão, mas é o que o define como sendo realmente um cristão.

Ser cristão é ser um discípulo e Cristo.

Wesley Porfírio

Discípulo de Cristo

um pecador redimido em missão doxológica. https://linktr.ee/wporfirio

um pecador redimido em missão doxológica. https://linktr.ee/wporfirio